A cada desafio que você não encara, é uma oportunidade que você perde. | Alê Prates

A cada desafio que você não encara, é uma oportunidade que você perde.

BLOG

20/03/2019
Alexandre Prates
Sem categoria
Nenhum comentário

Hoje eu quero compartilhar um acontecimento que me motivou a escrever um trecho do meu livro “Não Negocie com a Preguiça”.

Um dia ouvi de um conhecido que um rapaz de 25 anos pediu demissão da empresa em que ele trabalhava por não estar suportando a grande pressão e a quantidade de trabalho.

Isso me deixou com um certo incômodo, pois para mim, 25 anos é cedo demais para falar em “grande pressão”. Com essa idade, é o momento de se entregar ao máximo na carreira que você escolheu, de crescer, de absorver todos os aprendizados, de se destacar. Porém, o tempo está passando. Com quantos anos você deseja assumir a responsabilidade? Você acha que a vida vai esperar você amadurecer? Quero te dizer que não vai. A vida vai continuar lhe provocando, queira você ou não. E, a  cada desafio que você não encara, é uma grande oportunidade que você perde. E oportunidades costumam ser únicas na vida.

Sei que muitas empresas ainda operam em um modelo de gestão precário, antigo, fracassado, mas pare de usar isso como desculpa. Nunca trabalhe por uma empresa, trabalhe pela sua carreira. Se a empresa não te valoriza, entregue resultados mesmo assim. Esqueça a empresa, valorize o seu currículo e fortaleça o seu maior patrimônio – a sua reputação. Isso é engajamento!

Se nenhuma empresa te valoriza, onde poderá estar o erro? Você é azarado ou não está fazendo a sua parte? Pare de sentir pena de você mesmo. Pare de acreditar quando dizem que você estava certo em pedir demissão, ou quando dizem que não adianta se dedicar, pois a empresa não valoriza. A responsabilidade é sua!

E se você está pensando em sair do seu trabalho para empreender, cuidado! Geralmente, se você não suporta a pressão do seu chefe, é bem provável que também não suportará as exigências dos seus clientes. É o seu comportamento que precisa mudar e não o cenário da situação.

Há uma precariedade de profissionais com desejo de aprender e, diante disso, temos um mundo cheio de oportunidades. Nunca houve tanto espaço para se destacar. Então estude, prepare-se, aprenda, pergunte, desafie-se, comprometa-se, dedique-se para ser valorizado. Resumindo, se engaje.

Eu desejo que você amadureça e torne-se o profissional que o mercado precisa: ousado, engajado, competente. E, se me permite, só quero lhe dar mais uma dica: COMECE IMEDIATAMENTE. O tempo passa e passa muito rápido.

No meu novo livro “Não Negocie com a Preguiça” eu mostrarei como você pode ir além. Compre agora.

Um grande abraço,
Alê Prates



Nenhum comentário realizado!

Deixe seu comentário

Voltar