Como formar um time engajado | Alê Prates

Como formar um time engajado

BLOG

05/04/2019
Alexandre Prates
Sem categoria
Nenhum comentário

No post anterior eu dei dicas para você aumentar a sua produtividade e alavancar as suas vendas, hoje eu falarei um pouco sobre vendas além dos números.

“O que isso quer dizer Alê? Que eu não devo ficar atento o quanto eu estou vendendo na minha loja?”

Nada disso. Você deve sim ter um foco nesta parte, mas isso não quer dizer que você deva esquecer de outros assuntos.

Você costuma pensar nos seus colaboradores?

Antes de pensar em números, é muito importante pensar nas pessoas, com o intuito de trazer bem-estar para o ambiente de trabalho.

Colaboradores são partes importantes para o processo de venda. As empresas que investem em desenvolvimento humano ajudam os funcionários a encontrar prazer naquilo que fazem. Para formar um time vencedor a empresa ou o líder devem ser capazes de desenvolver, da melhor forma possível, as competências individuais e coletivas dos envolvidos.

Prove para os seus colaboradores que eles são essenciais e que você gosta do trabalho deles. Prove que você não se importa apenas com os números da loja.

Dicas do que você pode fazer para formar um time engajado

  • Reuniões frequentes – Reuniões rápidas, pelo amor de Deus. Venda é ação, não sufoque o seu time com informações desnecessárias. As reuniões diárias são para discutirmos 3 pontos simples: o que planejamos, o que alcançamos e o que vamos fazer diferente para alcançar melhores resultados.
  • Análises estratégicas – Aqui sim, uma reunião mais aprimorada, com uma periodicidade menor, mas que serve para discutirmos cases de sucesso ou insucesso da empresa. Essa é uma excelente reunião para ampliar a visão do seu time e tornar as pessoas mais estratégicas.
  • Desafios x Recompensas – Nunca deixe o seu time entrar na zona de conforto. A comodidade destrói um time de vendas, jamais permita isso. Crie desafios constantes, diferentes, instigantes, que mobilize a sua equipe para novas atitudes e resultados. Pode ser um desafio diário, focado na venda de um produto específico, por exemplo. Os desafios renovam a motivação da equipe, além de impulsionar o desenvolvimento de novas competências. Agora, tenha em mente uma regra básica da vida: um desafio só vale a pena se a recompensa valer a pena!
  • Reconhecimento – O reconhecimento é o grande alimentador da motivação e consequentemente, dos resultados. É preciso compreender que o engajamento das pessoas dá-se, de fato, quando a empresa compreende que precisa haver a junção dos dois reconhecimentos que movem as pessoas: o reconhecimento racional (salário em dia, comissões, premiações, campanhas etc) e do reconhecimento emocional (aquele que surpreende – um presente inesperado, um elogio em público, um feedback positivo, uma demonstração de confiança etc).
  • Planejamento de curto, médio e longo prazo – As pessoas precisam ter um norte para seguir. É a partir de um bom planejamento que as ações se definem e dessa forma, estabelecemos o foco da nossa equipe. Não se preocupe em ler literaturas robustas sobre planejamento, algo simples já funciona muito bem. Comece o ano definindo as metas com a sua equipe, mensalmente acompanhe e mostre os resultados e, semestralmente, reúna a equipe para uma reavaliação das conquistas e objetivos futuros.

Tenha essas atitudes que dessa forma o seu time será vencedor!

Um grande abraço,
Alê Prates



Nenhum comentário realizado!

Deixe seu comentário

Voltar